De histórias e estórias também se sonha!

De histórias e estórias também se sonha!

Tudo no nosso tempo é uma questão de moda…mas qual é nosso tempo ou o tempo dos nossos pais e/ou avós?

Refletindo, mas não de uma forma muito filosófica o nosso tempo, é mesmo aquele em que estamos e aproveitamos ao máximo o dia a dia e os desafios que surgem!

Em setembro, iniciámos cá em casa (sim tod@s!) o primeiro ano do primeiro ciclo (antiga primeira classe da escola primária), e é a primeira vez que estou a acompanhar a magia de aprender a ler…..como se de um passo de mágica de tratasse, de um dia para o outro tudo o que nos rodeia passa a ser um desafio e uma descoberta….e aí sim os livros de estórias com fábulas e contos começam ainda a fazer mais sentido.

E agora, serão histórias e ou estórias???

São palavras com sons idênticos, apesar do grafismo e significado diferente, têm a sua origem na palavra grega historia, a forma estória também tem influência da palavra em inglês story. Considera-se que estória é uma forma antiga da palavra história, que deveria ter caído em desuso.

Tal não aconteceu e esta palavra é utilizada atualmente não como sinónimo de história, mas para distinguir a história de fatos reais das histórias das fábulas e contos infantis.

Mas grafismos à parte as fábulas e os contos infantis permitem-nos viajar no tempo e no espaço sem necessitarmos de ir mais além do livro que estamos a ler. A riqueza da leitura, a descoberta de lêr e a autonomia de ser capaz de interpretar compreender e comunicar é algo inestimável, que só quem está privado disso consegue realmente alcançar a limitação!

Seja qual a forma como se escreve o que interessa é mesmo alimentar o sonho e a ilusão no imaginário.

Que vivam os contos!!

Leave a Reply

Your email address will not be published.