Fevereiro – o mês pequenino

Fevereiro – o mês pequenino

Quero acreditar que o frio já passou, quando olho pela janela que me ilumina e vejo o azul do céu e a luz brilhante do sol que reflete nas folhas verdes acinzentadas dos olivais aqui da quinta.

Este mês é o mais pequeno do ano, com várias explicações e justificações que existem, têm-se a certeza que a culpa é dos romanos, e mais tarde no século XVI o Papa Gregório XIII, fez um acerto radical do calendário, que estava desfasado em 10dias, e com base na astronomia e cálculos matemáticos e experimentos científicos, definiram que de quatro em quatro anos, este mês mais pequeno do calendário teria mais um dia e com isso o acerto dos dias e os feriados religiosos. À parte disso, é um mês com uma carga sentimental, em especial para os apaixonados, que serve de desculpa para trocar mais uns mimos, atenções, juras de AMOR e quiçá algum pedido mais ousado!

Num tempo em que tudo é medido, contabilizado e controlado, ficamos com uma margem de manobra muito curta para apreciarmos o mais trivial….estou em crer que ao longo do tempo todos nos habituamos a ver as mesmas caras, mas somente algumas têm significado e/ou importância para nós, mesmo sem nos apercebermos naturalmente selecionamos as pessoas e as emoções e com quem as podemos ou queremos partilhar.

Ainda acredito que não temos de ter uma data no calendário, que nos obrigue a dar atenção a quem mais gostamos, mas antes dar atenção, mino e AMOR todos os dias, porque além da estima, convívio e amizade que todos precisamos e merecemos ter, o dia 14 de fevereiro é apenas uma lembrança e/ou reforço para os mais distraídos!!

Por isso, que continue sempre a haver a desculpa para todo o AMOR entre todos diariamente!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published.